Editorial | Maio

 

 Família em Busca de Santidade

 

Atualmente percebemos a família sendo destruída em seus valores, vemos o divórcio sendo aderido por muitos casais como solução para seu matrimônio ferido, vemos as divisões, as discórdias, o adultério, as incompreensões entre pais e filhos, crianças privadas da proteção do acolhimento dos seus pais, famílias sofrendo pela falta de condições mínimas para sobreviver.

As famílias estão enfermas pela falta de temor a Deus, (Oséias 4.6) “porque o meu povo foi destruído, porque lhe faltou conhecimento; por teres rejeitado a instrução, excluir-te-ei de meu sacerdócio; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos”.

É preciso redescobrir a beleza do matrimônio, a alegria de estarem juntos, de compartilhar a vida e as vitórias, os sonhos e também de dividir as dores e decepções. É preciso redescobrir a alegria nas pequenas coisas, no sorriso sincero, no abraço carinhoso, nas palavras suaves. É preciso redescobrir o grande e precioso valor dos filhos, acolhê-los, formá-los e amá-los. É necessário, estar juntos de Deus para aprender a amar, para quando as dificuldades surgirem, a família possa permanecer fiel, capaz de perdoar e ter forças para recomeçar.

A Família que busca a santidade, abre o caminho para as maravilhas divinas. O mundo precisa do nosso testemunho, as novas gerações necessitam aprender conosco o verdadeiro sentido do que é viver em família, precisam crer na dignidade dos crentes em Jesus Cristo e como tal sermos protagonistas de um mundo novo, construtores de uma civilização que se aparta do mal. Pois é a família que gera, cria e educa para as mais diversidades funções na vida, tanto para o bem, quanto para o mal. A responsabilidade de santificação da família, passa pela vivência do amor entre o casal (Efésios 5.25-27), entre os filhos e do respeito ao próximo. Quando essa vivência é cercada por mentiras, marcada pela desintegração harmoniosa da vida em família a obscuridade do egoísmo leva todos a crerem que a família é apenas um ajuntamento de pessoas com ou sem laços afetivos; cada um por si e o resto é resto. A perpetuação desta ideia tem transformado a convivência em família em um caos; falta de respeito pelos pais, pelas autoridades, falta de diálogo, perdão, cooperação de todos, a responsabilidade individual e coletiva deve ser a ordem no cotidiano familiar.

A família que busca a santidade, desfrutará da alegria, do sucesso profissional, da harmonia entre os membros, da admiração de todos e verá as maravilhas de Deus em todas as áreas da família. Josué diz ao povo: “Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós” Josué 3.5.

 

Extraído e Adaptado

Pastor Marcelo Santos

O Pastor que Ama Você e sua família.
pastormarcelo01@gmail.com