Sobre nós


E.B.D. Escola Bíblica Dominical

Uma das prioridades da nossa igreja é o estudo da Palavra. Reconhecemos que Deus se revela e fala conosco através da Bíblia. A Palavra de Deus é que nos orienta, sustenta, liberta, transforma, desenvolve o nosso caráter cristão e uma vida de santidade diante de Deus.

Se você deseja saber a vontade de Deus para a sua vida e quer viver de acordo com essa vontade, você precisa frequentar a Escola Bíblica Dominical, se encher do conhecimento de Deus, guardar e praticar os Seus mandamentos.

Nossa escola bíblica é de 8:00 às 9:30hs.

Você ao chegar será encaminhado para a classe dos novos e após um período para a classe do discipulado, independente se você já é batizado ou não. Com exceção das crianças até 11 anos que são encaminhadas para o Departamento Infantil e os adolescentes até 15 anos que são encaminhados para a classe dos adolescentes.

Participe dos cultos

Nossos horários:

Domingo:
7:00 hs – Culto de oração
18:00hs. – Culto de adoração

 

Terça:
19:30hs  – Culto no lar. Esse culto é realizado no lar de um irmão da igreja.

 

Quinta:
19:30hs  – Culto de doutrina


A Primeira Igreja Batista em Figueira

 

Foi organizada em 07 de setembro de 1964.

Lema: Servir ao Senhor com fidelidade e excelência

Missão: Evangelismo e discipulado (desenvolver um discipulado fiel e comprometido com Jesus Cristo)

Visão: Primeira Igreja Batista em Figueira, uma comunidade cristã em busca de relacionamento real com Deus, e de seus membros uns com os outros. Evangelizando, por diversos meios, pessoas para o Reino de Deus.

Objetivo: Cumprir o IDE de Jesus Cristo:

Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. (Mt. 28:19-20)

Templo atual

Evangelizando (ensinando que Jesus é o Senhor e Salvador de nossas vidas)

Batizando (renascer para Deus)

Discipulando (ensinando a guarda os mandamentos do Senhor Jesus Cristo)

Valores:

1 – Ética do Evangelho Integral

2 – Evangelização criativa

3 – Responsabilidade social e política

4 – contextualização cultural da liturgia

5 – Comunhão genuína

Nossa oração é que Deus continue avivando a nossa igreja, moldando pelo Seu poder, cristãos que impactem o mundo com o seu testemunho, ao ponto de serem reconhecidos pelo seguinte proceder:
Cristãos que amam a Deus acima de tudo e de todos, sendo autoconfiantes e motivados, sabendo obedecer e liderar. Sendo corajosos, éticos e capazes de fazer mais e melhor com menos recursos. Eles são orientados por Deus para cumprir a missão. Não reclamam, não dão trabalho, não dão desculpas esfarrapadas e, principalmente, sabem trabalhar sob intensa pressão e se afastam do pecado.

Pastor: Marcelo da Silva Santos


“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.”
Malaquias 3:10

 

Quando Salomão construiu o templo, várias salas ou câmaras foram construídas para diversos fins(I Reis 6:5). Estas dependências, por exemplo, eram usadas como abrigo para os cantores que apresentariam suas músicas (Ezequiel 40:44). Os guardas ocupavam uma destas salas (I Reis 14:18). Certa ocasião uma delas foi usada como esconderijo para Joás (II Reis 11:2 e 3).

Uma destas salas era usada como o lugar onde o dízimo que não era composto apenas de moedas, mas também de produtos agrícolas era entregue e guardado. Neemias usa a expressão “Casa do Tesouro” para falar de uma destas câmaras ou salas onde eram depositados os dízimos (ver Neemias 10:38). Uma espécie de tesouraria do templo. Portanto, ”Casa do Tesouro” é uma expressão para designar primariamente o lugar (ou espaço) onde o dízimo deveria ser guardado.

Levar à “Casa do Tesouro” significa devolver o dízimo no lugar designado. Isto é, à igreja a qual a pessoa é membro ou frequenta. Mas, para quê?

Temos que lembrar que a Casa do Senhor (o Templo feito por mãos humanas), assim como qualquer casa, tem que ter como se manter (…para que haja mantimento nela). Pense bem:

  1. Como funcionaria o ar-condicionado, som, iluminação, bebedouros, se a igreja não pagasse a conta de energia?
  2. De onde tiraríamos água para, bebedouros, banheiros, batistério e limpeza do templo?
  3. Lâmpadas queimam, ar-condicionado que quebra, pinturas se desgastam, copos descartáveis e produtos de limpeza acabam.
  4. A secretaria, zeladoria, manutenção, precisam de pessoas trabalhando em tempo integral e estas pessoas precisam sustentar suas famílias.
  5. A fidelidade a Deus.
  6. A beneficência precisa de mantimento para cuidar de quem estiver precisando.
  7. O material didático, que você recebe gratuitamente em qualquer classe da Escola Bíblica, também foi comprado pela igreja. Mesmo que você não tenha entregue nenhuma oferta.
  8. Trabalhos missionários, capacitação de irmãos para diversos trabalhos e auxílios para quem está se capacitando para o serviço do Senhor.

Estes são só alguns dos destinos dos dízimos e das ofertas no Templo Batista em Figueira. “Um bom lugar para servir”.

Cabe lembrar que a entrega do dízimo não é só uma questão de obediência, mas também uma questão de fé.

“De fato, sem fé é impossível agradar a Deus,
porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus
creia que Ele existe e que abençoa a todos os que O buscam.”
Hebreus 11:6