Editorial

Joquebede, a mãe exemplar
(Êxodo 2.1-9)

 

A vida da hebréia Joquebede (Jeová é Glória) é relatada nas Escrituras como sendo uma pessoa simples em sua geração, mas usada como um instrumento importante nas mãos de Deus. No momento de turbulência em que os hebreus viviam, pois Faraó resolveu controlar o crescimento populacional exigindo que as parteiras matassem todos os recém-nascidos de sexo masculino (Êx2.1-4). Joquebede engravidou. “E a mulher concebeu e deu à luz um filho e, vendo que ele era formoso, escondeu-o três meses” Êx. 2.2. Com medo de perder o filho em uma execução, o amor de mãe e o coração cheio de fé impediram que ela se abalasse e impulsionaram suas ações corajosas. Em momento tão delicado, soube agir de maneira firme e correta, assim protegeu sua família e favoreceu as gerações futuras de seu povo. Deus revelou a ela um plano simples de libertação, e o êxito da operação dependia da sua confiança no Senhor, pois somente a fé manteria o equilíbrio emocional dela e de toda a família durante todos os passos para atingir o desfecho desejável. O testemunho desta mãe nos ensina que para sermos ferramentas úteis nas mãos de Deus não importa se somos significantes ou insignificantes na sociedade em que estamos inseridos. O que importa é ter compromisso com Deus e disposição para agir com fé e coragem, saber que em situações adversas, os olhos do Senhor estão atentos sobre nós e Ele agirá para que seus planos alcancem as metas estabelecidas. É provável que o objetivo de Joquebede naquela situação fosse apenas preservar a vida de seu filho. É provável que ela não soubesse da dimensão do seu ato corajoso, talvez não passasse por sua mente que Deus usaria Moisés na fase adulta como o grande libertador de Israel. Por sua postura firme em tempo de crise, tornou-se mãe de três lideranças importantes do A.T. “Pois te fiz subir da terra do Egito, e da casa da servidão te remi; e enviei adiante de ti a Moisés, Arão e Miriã”  Miquéias 6.4. Na mesma condição que Deus usou Joquebede, Ele pode nos usar. Não temos a dimensão do que nossas ações alcançarão no futuro. Que Deus abençoe cada dia as mães. Para que compreendendo sua missão na terra, nunca desistam, nunca desanimem, pois estamos plantando uma semente, regando com muito amor, paciência e oração.

 

Pastor Marcelo Santos

O Pastor que Ama Você e sua família.
pastormarcelo01@gmail.com